Dinheiro não Admite Desaforo


Dinheiro não Admite Desaforo!...Além do mais, Se o Pagamento for a Gramas de Ouro, Não tem Mal sem Solução. 

Hoje os Garimpeiros fazem o papel que as Bandeiras fizeram no passado. As Bandeiras eram grupos de pessoas que saíram dos Centros mais desenvolvidos, principalmente da Região de São Paulo, a procura de ouro e outros metais preciosos. Suas estradas era nas bacias dos principais Rios  por onde o Grupo subia ou descia, passando de um canal para o outro e quando ele encontravam o que buscavam, abundancia de ouro, ali ficavam e formavam Vilas e Cidades. Foi assim que Pascoal Moreira Cabral chegou até aqui nas margens do Rio Coxipó e após descobertas subsequentes de jazidas de ouro em superfícies, culminou em 1719 com a fundação da Cidade de Cuiabá.

Ainda hoje, grupos de pessoas ávidos por riqueza rápida se organizam e embrenham mata adentro na Região Amazônica a procura de ouro. E quando encontram, abrem precário campo de pouso para pequenos aviões, a fim de receber alimentos, substancias químicas e ferramentas necessárias para as escavações e aglutinação dos minerais finos, enquanto as estradas um pouco mais demoradas para construir não chegarem até o local.

Quando a notícia do sucesso chega até as cidades ao entorno, o número de pessoas se avoluma no local do garimpo e aí a concorrência fica desleal para os usuários dos aeroplanos. Porque são poucos os pilotos que se arriscam para aterrissar e levantar voo num lugar não muito adequado, portanto arriscado, reduzindo a pilotagem à somente aos mais experimentados e não aos ditos marinheiros de primeira viagem. De modo que os que precisam de viagem mais urgente inflacionam o serviço de transporte, oferecendo ao piloto, mais vantagem para que a sua viagem seja feita com mais brevidade. E nessa competição, os produtos de primeira necessidade nos garimpos ficam muito mais caro que o habitual, porque os serviços prestados passam a ser cobrados em gramas de ouro. E desta forma o que parece difícil de ser encontrado num lugar tão exótico e de difícil acesso, não é impossível também ser encontrado nos garimpos. Por quê? Hummmmm! Dinheiro não admite desaforo. “Se o pagamento for a gramas de ouro, não tem mal sem solução”.


Geólogo Benedito José de Campos

METAMAT, Em 18 de Maio 2018.

Em 09 de maio de 2018.